segunda-feira, 24 de agosto de 2009

pra ser homem, tem que ter a grandeza de um menino .


todos deviam gostar de Peter Pan, independente de ser o livro, o desenho, ou o filme , a gente aprende a rever conceitos antigos ( pelo menos, foi assim comigo ) .

eu acho que todo mundo se identifica com algum personagem ( tô falando do livro, que eu acabei de ler ontem . *___* )

Peter era convencido, é verdade, mas, sabia ser gracioso, piedoso e não ficava com paranóia por esquecer, ou, simplesmente deixar de ter feito certas coisas, mas, quando fazia algo, fazia bem feito .

e também havia o Capitão Gancho, o pirata que, apesar de ser cruel, sabia ter classe, e o que era uma coisa de bom tom .

e também o Barrica, o velho desajeitado mais fofo de todos .

o sr Darling, que se esforçava para ser um cara, digamos durão, mas, sabia que quando estava errado ... estava errado .

Naná, que era muito boa no que fazia, e era sempre humilde .

a sra Darling, que era um bom exemplo de boa mãe, mas, no fundo, eu confesso que eu torcia mais pelo Pan do que por ela . ele dizia que dá muito bem pra viver sem mães, e, só elas que acham o contrário, não sei se é verdade o que ele quis dizer .

os meninos perdidos ( Piuí, Gêmeos Cabelinho,Bicudo e Deleve ) cada um com o seu jeito de ser, e eles se respeitavam apesar de tudo .


Wendy, João e Miguel, que nos mostram que os irmãos precisam ser unidos, mas, também não precisam ser melosos uns com os outros ( mas, eu acho que ela não pensava assim ) .


Lírio Selvagem, que provou que as garotas, podem sim ser corajosas e não precisam ficar dependendo dos homens pra fazer as coisas, mas, sabem sim, ser gratas a eles quando é necessário .


o Pássaro do Nunca, que, mostrou que quando o assunto é bondade, as pessoas, mesmo sem se entender, falam o mesmo idioma .


e, é claro, não posso me esquecer da Sininho ( com quem eu me identifico bastante, em termos de personalidade ), que provou que as garotas podem ser lindas e fatais ( não sei se esse seria mesmo o termo ), e que às vezes é preciso ter coragem até para enfrentar os próprios amigos, ou deixar que eles quebrem a cara sozinhos, ou percebam que no fim das contas, os verdadeiros amigos sempre estão por perto .
eu posso não ser pequena que nem ela, mas, em mim, também só cabe um sentimento de cada vez .


mas, eu acho mesmo, que a mensagem mais bonita do livro é que nós devemos ser como crianças : não tolerar injustiças, não ter medo de perguntar ,saber agir com gentileza, e também saber ser às vezes egoísta e sem coração, mas, principalmente : ser puro, inocente e de coração leve . ♥







Nenhum comentário:

Postar um comentário