domingo, 27 de setembro de 2009

I always remember you, like a CHILD


já que hoje eu tô falando de 27 de Setembro, crianças, e ficar chorando ¬¬'
eu vou falar de alguém que está completando 25 anos hoje ( se não me engano ) .
falar da Avril, é uma das poucas coisas que mexem profundamente com os meus sentimentos u.u'
bem, quando eu a vi pela primeira vez, eu devia ter uns 10 anos, aí eu pensei algo como " nossa ! que legal, uma garota que se veste assim como eu, e que é rockeira, quando eu crescer, eu quero ser que nem ela " . foi paixão à primeira vista, a partir daí, eu juntava tudo o que eu via sobre ela .
eu realmente gostava dela, porque ela tinha atitude, tinha estilo, talento, e defendia as suas opiniões com unhas e dentes .
uns 4 anos se passaram, até que um dia, o meu primo me emprestou uma fita de vídeo de uns clipes que ele tinha gravado da televisão ( que por falar nisso, tá aqui em casa até hoje HAUIHAIHA ), aí, eu vejo um vídeo chamado GIRLFRIEND, cara, sem brincadeira, eu tive uma vontade enorme de chorar de ódio por causa dessa " baranga " . ela havia se tornado justamente aquilo que ela abominava .
e apesar de muita gente me dizer que esse vídeo se parece com a minha história, ( e o pior de tudo, é que eles tem razão ¬¬ ) o que eu sentia por ela, nunca vai ser como antes .
e o que me dá mais raiva é que : muita coisa que eu tenho, ela usava, e eu não tinha comprado pensando em ficar parecida com ela, e até certas marmotas que ela fazia na hora de tirar foto, eu também faço .
as coisas sobre ela que eu tinha ? bem, já se passaram quase dois anos desde que eu me desfiz delas ( não joguei nada fora, encaminhei para o meu amigo Renan ) mas, a cada dia que passa, eu descubro que eu não me livrei de tudo, porque, eu tinha muita coisa .
então, se hoje em dia, alguém me perguntar se eu gosto da Avril, eu vou dizer que eu gosto, mas, da velha Avril, aquela que tinha um pouquinho de dignidade, e não da nova Avril, aquela que se tornou tudo o que ela dizia que não queria ser .

2 comentários: