quarta-feira, 2 de setembro de 2009

já não se fazem mais crianças como antigamente

eu até entendo porque eu, gente da minha idade, e até gente mais velha, sente falta da infância, mas, e as crianças de hoje em dia ?
elas estão perdendo coisas, que não vão conseguir depois .
de que que elas vão lembrar quando tiverem a minha idade ?
a mulher Melancia dançando o créu ?
as caretices e babaquices da novela das 8 ?
o computador ?
e mais o que ?
nada né ?
além de ser pouco, é tudo muito vazio ( não é exagero meu ).
há anos atrás, quando uma menininha vestia as roupas da mãe, calçava os sapatos dela, e passava aquele batonzão vermelho ( Deus, como eu fiz isso ), era bonitinho, e chegava a ser engraçado .
mas, hoje em dia, é deprimente, eu já vi garotas bem mais novas do que eu andarem tão cheias de maquiagem que quando elas chegam aos 15 anos, todo mundo se espanta, não porque o tempo passou rápido, mas, porque elas parecem velhas . D:
sem falar na quantidade de meninos, cara, é sério, antes eu até pensava ( vou deixar bem claro que eu não fiz isso, antes que alguém com vocação pra Forrest Gump, ou Carochinha leia isso aqui, e vá procurar os meus responsáveis ), mas, cara, hoje eu vejo que não precisa disso .
ta vendo só ? perderam até a noção do que é qualidade .
outra coisa que me irrita muito são essas criancinhas precoces que já aprendem a ser posers desde pequenas e fingem que são rockeiras ( eu sei que existem pequenos headbangers, mas, eu tô falando das aspirantes a groupie ) só pra pegar os meninos e saem que nem uma puta mirim por aí . e depois, são os rockeiros que ficam com má fama, por causa disso aí .

enfim, fica o meu apelo :
se um dia você tiver filhos, pense bem em quais valores você vai passar para ele, " privá-lo "de certas coisas do mundo, não é superproteção exagerada, nem querer tornar o moleque alienadinho, é querer a felicidade dele, e que ele não cresça como uma pessoa mimada e fútil .

Nenhum comentário:

Postar um comentário