quarta-feira, 14 de outubro de 2009

a beleza é passageira, mas, a feiura é para sempre .


existem várias formas de definir " beleza " :
os padrões da sociedade ;
a simplicidade de uma coisa, o que a torna bonita ,
e, as atitudes de uma pessoa .
hoje, o carinha que trabalha lá na escola disse mais ou menos assim :
" quando você vê alguém fazendo uma coisa errada, e não faz nada, você está sendo conivente . "
em outras palavras :
" quando você vê alguém fazendo uma coisa feia, e não se manifesta, você também está errado . "
então se manifeste e avise a essa pessoa o seguinte : quem planta merda, colhe bosta / fato .
nessa hora, a minha vontade, foi de olhar para uma certa pessoa da sala e dizer o seguinte :
" tá vendo !? porque que você tá com raiva ? só porque eu estava certa ? "
explicando → eu coloquei esse título, porque eu havia me lembrado que ontem, eu havia falado dos meus professores, e afins me enchendo por causa da minha aparência, se eu tivesse escutado essa frase antes, eu tenho certeza de que eu não ligaria para o que eles me disseram e responderia isso .
mas, o que adianta ser bonita por fora, se você tem atitudes feias ? quando a beleza de fora acabar, a de dentro permanece, mas, se ela não existir, não sobra nada .
uma vez, aquela bruxa do desenho do Pernalonga disse :
o que é melhor : ser feia e inteligente, ou ser bonita e idiota ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário