quarta-feira, 28 de outubro de 2009

eu vou pagar a conta do analista, pra nunca mais ter que saber quem sou .


cara, às vezes me dá muita raiva quando as pessoas me dizem que eu sou maluca ( e ainda dizem que sou eu quem sempre começa ¬¬' ) .
porque eu seria maluca ?
porque eu digo o que eu penso, porque eu tenho opinião própria, porque eu desabafo quando eu acho que isso é necessário, ou só porque eu sou eu mesma ?
que povinho chato .
e, por falar em coisas que os outros dizem, hoje eu estava vendo uma reportagem sobre bullying . as pessoas sempre se dizem tão preocupadas com isso, mas, só tomam providências quando o seu filhinho chega de nariz quebrado em casa ( geralmente, era o que estava prvocando, aí, o perseguido resolve fazer alguma coisa, e está errado ¬¬' ), dizem que isso é qualquer violência física ou psicológica, mas, nunca se preocupam quando a agressão é pscicológica .
não é estímulo à violência da minha parte, mas, eu tenho uma regra :
" quando um não quer, dois não brigam, mas, se o dois faz alguma coisa, o um tem que tomar providências . "
e, voltando para a história da maluca, talvez seja melhor ser chamada de maluca do que de sem criatividade, porque eu pelo menos, tenho criatividade quando eu quero ofender alguém, não uso uma palavra só, ou seja, eu posso até ser maluca, mas, não sou burra .
ah, e eu também quero reclamar uma coisa : porque que eu não posso usar brinco ( nem no segundo furo ) para o cartão da escola ? só porque o meu cabelo tá curto ?
já chegam lá num dia em que a gente não está arrumado, e ainda mandam tirar os brincos ?! aí a cara de presidiária é inevitável .

Nenhum comentário:

Postar um comentário