sábado, 30 de janeiro de 2010

se você nunca se contradiz ... ♫


eu não sei quem foi o idiota que inventou que as mulheres são inferiores e não podem ter a própria opinião ¬¬' ; provavelmente, foi algum homem, que não foi homem o suficiente pra assumir que estava errado .
a minha mãe é professora, e tinha uma aluna cuja ( palavra feia ._. ) os pais meio que achavam ruim, porque ela não tinha muitas amiguinhas, só amiguinhos ; e ela ficava defendendo a menina . mas, quando o negócio é com a filha dela, ela implica, dizendo que uma menina não pode ir a um lugar em que ela é a única, que ela deveria ter mais amigas e blá blá blá ... ¬¬'
eu acho isso um absurdo . como o preconceito com as mulheres vai acabar se elas mesmas se discriminam e colocam isso na cabeça desde que são meninas ?
e na minha opinião, a maioria das mães só implicam quando é uma coisa nada haver, porque existem mães que realmente precisam tomar providências e não tomam .
é sempre assim, eu acho horrível quando dizem que algo está errado, quando não está .
as mulheres deveriam sim ser reconhecidas como superiores, porque tem que aguentar mais encheção de saco do que os homens e ainda saírem lindas sorrindo e de salto alto ¬¬'

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

com os seus bichinos de estimação e plantas ♫


hoje eu estava pensando uma coisa, tem gente que pode achar meio besta, mas, é real .
ano que vem, eu farei 18 anos, tecnicamente, eu serei uma adulta . mas, eu fico pensando, eu não quero me desfazer dos meus bichos de pelúcia e das minhas bonecas ( a maioria eu consegui evitar que a minha mãe doasse, não nem aí se vão me chamar de egoísta, comigo eu sei que tá bem melhor, existem crianças que não sabem dar valor ao que ganham / e em alguns casos, isso se repete pela vida toda .-. ) . e aí eu fico me imaginando velha e com eles e um monte de plantas na minha casa .
e se eu não me casar, nem tiver filhos, ( sobrinhos eu não terei porque até onde eu saiba, eu sou filha única ), o que farão com eles depois que eu morrer ? D:
é, crescer é MUITO complicado .-.

esse é o meu drama, o que corrói é o tédio ♫ ¬¬'


bem, hoje poderia ter sido um " dia perfeito " se eu tivesse conseguido ir ao cinema assistir Avatar ( versão comum, é claro .-. ainda não existe filme 3D na aqui ) . desde semana passada eu estou tentando ver o filme, um dia não tinha ingresso, ia acabar na semana passada, mas, estenderam até essa semana, e ontem eu liguei pro cinema e a mulherzinha havia dito que o filme iria passar hoje às 18hs, e quando eu cheguei lá, ela disse que voltaram o filme pro horário das 20hs ¬¬' ( e com esse calor eu fui de camiseta de manga por causa do ar condicionado D: pra nada ) .
e, indo e voltando do cinema, eu cheguei à conclusão de que eu vou ter que fazer uma coisa que eu vivia fazendo antes . quando eu comprei as minhas primeiras pulseiras de rebites, eu deixava na bolsa, e só colocava quando chegava na rua, porque a minha mãe ficava falando na minha cabeça, passado um tempo, eu não precisava mais disso, mas, agora, é só eu pintar as unhas que as meninas daqui da minha rua ficam me cercando querendo saber onde eu comprei o meu sapato de estrelinhas, a minha bolsa de lacinho, a minha pulseira preta, o meu esmalte, o meu óculos escuro, onde os meus amigos moram ( é uma invasão total isso ¬¬' ) chegam a ter a cara de pau de me pedir coisas iguais as minhas de presente ( sem data especial ¬¬' / ficam sem, é claro HAHAUHAUHA ), e até se eu sou frequentadora assídua do cemitério . e vira e mexe elas esperam eu chegar lá na esquina pra gritar : OI BARBARA ! :D ,
aí, é só eu virar as costas que elas gritam : EMO ! u.u' , ah, francamente, essas meninas deviam olhar os próprios rabos antes de vir falar de alguém, elas acham que pra ser rockeiro é só usar uma blusa preta, um All*Star e um cinto legal, e o rock mais pesado que elas conhecem é Nx Zero ( sem ofensas :D ) e isso, se elas conhecerem Nx Zero, então, da próxima vez, eu responderei : mesmo se eu fosse : antes emo do que invejosa e poser ! se eu ganhasse um real por cada amolação dessas, eu já tinha dinheiro o suficiente pra ir pra uma vizinhança sem macaquinhas de imitação .

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

17 anos de vida =D


bem, hoje é o meu último dia com 16 anos :]
eu tenho que confessar que há uns 10, 12 anos atrás, eu achava que eu seria bem diferente do que eu sou hoje .
eu espero que seja bom, só tem uma coisa que me deixa intrigada : todo mundo enche o saco com essa história de prestar vestibular, mas, me dizem que eu sou nova pra sair sozinha ¬¬'
então, se eu sou nova pra sair, eu também não sou nova pra escolher uma coisa que eu vou sofrer pra sempre ?
quando a gente cresce percebe que as pessoas são tão esquisitas ...

sábado, 23 de janeiro de 2010

mais uma vez, EU SEI ♫



depois de eu nem sei quanto tempo, eu sei que não é muito, mas, não faço idéia de quanto ... enfim, eu voltei a postar . nos últimos dias a preguiça estava tomando conta de mim ( e ainda está .-. )
nos últimos dias, eu fiz um formspring ( nem sei se eu já disse isso ), um perfil de moderação de comunidades, e pensei em fazer um twitter, mas, a preguiça não deixou . a minha mãe diz que depois eu reclamo que todo mundo sabe das coisas que eu faço ( mas, isso é gente fofoqueira que ela conhece ¬¬' ) mas, eu acho que essas coisas, mais do que as suas respectivas funções, servem pra você saber quem é seu amigo de verdade ( afinal, amigo que é amigo, é isso em todos os lugares, até na internet ), por exemplo : se hoje a pessoa te rouba na COLHEITA FELIZ, amanhã ela pode roubar o seu dinheiro, as suas idéias, e até o seu namorado . se a pessoa não entra na comunidade que você fez, nem que seja até ela ganhar alguns membros, pra se tornar " grande coisa ", você vai poder contar com ela quando você realmente precisar ?
e, por último, eu mudei o nome do blog de novo, não sei por quanto tempo ( e nem perdi o meu complexo .-. ), mas, eu gostei do jeito que está agora, e mudei o endereço dele também, ( eu podia mudar o MEU nome e o MEU endereço também '-' ) ficou faltando um s, maaaas, deixa assim xD

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

you get what you give ♫



não te dá a maior raiva quando os seus pais te dizem coisas como :
" meu filho, porque você é assim ? "
eles te ensinaram a dizer a verdade, mas, se você faz isso, sempre se dá mal, isso é pior, parece que eles acham bonito ver o filho quase agonizar de tanto peso na consciência .
se você dissesse :
" , é por causa de você(s), que não me respeitam, e ainda ficam exigindo que eu respeite o que você(s) acha(m) que eu tenho que fazer . quando comigo, você(s) arranjam aquela desculpa de igual pra igual, mas, quando é com vocês, é hierarquia ? " .-.
eles iriam gostar disso ?
seu tio dá liberdade para os filhos da vizinha entrarem até na sua casa sem bater, e quando eles querem falar com ele, que está lá dormindo, você tem que entrar na casa dele, pra atender os meninos . mas, o certo não seria mandar eles acordá-lo ?
agora, me diz :
de que adianta, falar a verdade, se só te escutam quando acham conveniente ?
de que adianta quando você está " errado " ouvir gritos, que às vezes você nem merece ouvir, se quando você fica bravo, porque eles estão errados, você não pode fazer o mesmo ?
de que adianta agradar aos outros, se for pra você se sentir infeliz ?
de que adianta ser você mesmo, se na primeira festa que aparece pela frente, te mandam usar um vestido e uma sandália ? ¬¬
de que adianta sair pra programa de índio, se quando você quer ir em um lugar, só vai acompanhada, ou não vai ?
de que adianta aturar eles ouvindo música alta, se você não pode fazer isso ?
de que adianta, ter que aturar as criancinhas chatas, que não são nem da família, tão amadas por eles, se eles vivem te dizendo que se você arrumar um filho, vai cuidar dele sozinho ?
de que adianta eles terem tido filhos, se pensam que eles são marionetes ?

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

raiva dos filmes como num filme, no final tudo vai dar certo ♫ ( será mesmo ? )


durante os meses que eu estou estudando eu não tenho muito tempo para fazer uma coisa que eu adoro fazer quando eu estou em casa : ver os filmes da tarde, os filmes que eu gosto, sempre passam em um dia que eu tenho um compromisso, que às vezes eu nem quero ir, ( podem falar o que quiserem, eu adoro aqueles filmes que ninguém agüenta mais ver, esses são os melhores ), e também tem sempre aqueles filmes que eu nunca consigo ver ¬¬'
hoje, eu estava vendo uma comédia romântica adolescente água com açúcar ( não me pergunte de onde eu tirei isso, porque eu não sei .-. ), e começou a me dar muita raiva dessas coisas .
ah, sei lá, eu passei tanto tempo da minha vida vendo esses filmes em que tudo dá certo no final, ou pelo menos alguma vez, que às vezes eu fico pensando quando vai acontecer alguma coisa comigo .
sabe essas coisas bestas que você vê nos filmes, e às vezes acontecem com um monte de gente que você conhece, e você fica aí que nem um bobão, esperando chegar a sua vez . em certos momentos, eu nem sei direito o que é .-. em outros, eu acho que são essas coisas como : se dar muito bem com os seus pais,e às vezes, até dar conselhos pra eles ( cá entre nós, em certas horas, eles precisam xD ), sair de férias e conhecer um carinha legal,que toca em uma banda e tem uma moto ( HAUHAUHA ), ou lugares legais, ter a sua própria banda, comprar aquelas coisas que muita gente considera sem importância, como uma pulseira colorida, mas, que significa muita coisa pra você, comprar um vinil de uma banda que pode nem fazer mais tanto sucesso, mas, você gosta, dirigir ouvindo Bad Reputation no último volume, andar de patins, ou de skate pela rua, descer a escada numa daquelas bicicletinhas, dançar em cima da mesa, pintar o cabelo de verde, costurar uma boneca com cara de alienígena, arranjar uma fantasia de monstro, ou de múmia e sair na rua ... aah, essas coisas, que apesar de serem coisas, a gente não pode chamar assim .
isso com toda a certeza, seria bem melhor do que aturar gente que você não quer na sua casa, ouvir não o tempo inteiro, e ficar em casa sem fazer nada sábado a noite . '-'

quero saber bem mais que os meus vinte e poucos anos ... ♫


quando eu era bem mais nova eu li em uma dessas revistinhas bobas de adolescente, um artigo chamado 20 coisas para se fazer antes dos 20 anos, eu achei tudo muito legal, mas, só hoje eu fui perceber que o artigo era meio errado ( no meu caso, sim ), e um um dos tópicos, estava escrito que só antes dos vinte você pode usar o que você quiser, como meia com sandália e mechas azuis no cabelo, mas, e se os seus pais não deixarem, e te disserem que você só vai poder pintar o cabelo quando você tiver o seu emprego, porque aí você vai pagar com o seu dinheiro . mas, e se você arrumar um emprego em um lugar supercareta ? então você não poderá pintar o cabelo, então, não seria bem melhor fazer isso agora, já que você não trabalha ?
e morar em cidade pequena é uma merda, basta uma blusa um pouco mais colorida já é motivo para olhares tortos, além de eu não achar 90% das coisas que eu quero comprar .
fazer tudo o que você quer ( que não atrapalha a vida de ninguém ) , não pode, mas, aturar as crianças da vizinha que ficam na sua casa dia e noite enchendo o saco ( e acabam com a sua paciência ), pode ?
aah, faça-me o favor ... ¬¬'

domingo, 17 de janeiro de 2010

antes que isso aqui vire uma tragédia ♫


não é falta da amor ao próximo da minha parte .
mas, eu não agüento mais ver televisão, só sabem falar do morro que desabou, da ponte que caiu e do chão que tremeu . CHEGA ! eu acho isso uma coisa horrível, principalmente da parte dos jornalistas, ficar tirando fotos e filmando as pessoas chorando junto aos corpos de seus parentes e amigos ( eu não faria isso, na boa, eu preferiria perder o emprego ) .tá certo que as pessoas precisam saber o que aconteceu, mas, precisa mesmo de tanto ? passa exatamente a mesma coisa toda hora .-.
todos os dias morrem pessoas, e " ninguém " fica sabendo .
no caso do Haiti, gente do mundo todo se mobilizou pra ajudar, mas, o país sempre precisou de ajuda, e resolveram abrir os olhos só agora ?

pra passar o fim de semana, eu finjo que tá tudo bem ♫


eu não agüento mais as minhas noites de sábado .
nem virar a madrugada na Internet tá me deixando feliz, ninguém que eu conheço tá online, eu vou conversar com quem ? ¬¬
e ninguém me chama pra sair, nem que seja pra ir na praça e ficar com as pernas doendo de tanto andar em círculos .
vai ter gente que vai dizer que eu sou ingrata por isso, mas, é muito chato ficar saindo com a sua mãe, sua tia, enfim, gente bem mais velha do que você e que não te entende . e esse negócio de ficar saindo com os primos, às vezes é furada ( experiência própria ) .
eu queria sair sozinha, mas, agora, os motivos de eu receber não é porque eu sou menina ( antes era porque eu era bem mais nova do que os meus primos .-. ), mas, o meu primo, da mesma idade pode fazer isso . sabe por que ? dizem, que é porque ele é homem . isso é ridículo, todo mundo corre os mesmos riscos .
virar a noite lendo, ou vendo filmes ou shows também não é uma coisa que me agrada muito, pois, como é a noite, eu provavelmente, já estarei cansada, e com os olhos à milanesa .
como na música do Simple Plan eu estou sozinha, e o mundo está tendo mais diversão do que eu , e eu odeio isso .
estou quase gritando por socorro, pra ver se alguém me salva desse tédio .-.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

vida sentimental no lixo


as pessoas ficam com essa chatice de " se eu pudesse voltar atrás ... ", eu nunca parei pra pensar nisso antes, mas, hoje eu resolvi pensar .
sabe quando você fica com alguém e se arrepende ?
bem, isso já aconteceu muitas vezes, e isso me dá muita raiva, porque em certos momentos, ou sempre, tudo o que eu não quero é olhar na cara de certa(s) pessoa(s), responder recados no Orkut e falar oi na rua . não é porque eu seja contra ser simpática com as pessoas ( ainda mais quando você teve alguma coisa com elas ), mas, eu simplesmente não quero lhes dirigir a palavra, eu sei que vai ter gente que vai ler isso aqui, e achar que eu não posso falar da pessoa que fez a mesma coisa comigo, mas, no caso dessa pessoa é diferente, afinal, assim que acontece é uma coisa é normal , mas, virar a cara depois de quase dois anos e ainda por cima derrepente é ridículo ¬¬'
deve ter gente se perguntando também quantas vezes eu me arrependi, a resposta é simples : sete vezes menos uma ( e essa uma vez não é quem vocês provavelmente estão pensando ) .
eu já analisei isso antes, mas, nunca tinha pensado em voltar atrás, só pensei ( e ainda penso ) que ouvir os amigos ( ou as amigas ), nem sempre é uma boa, não importa que elas te encham o saco dizendo que o cara gosta de você e/ou que o cara que você não gosta não te olha . dos males, o menor, afinal, como na frase que eu li :" um coração quebrado
é como um espelho quebrado . é melhor deixá-lo quebrado do que se machucar tentando consertá-lo . "


quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

falando de mim ( parte 4 )


eu falo de mim aqui, não porque eu sou narcisista, ou egocentrista, às vezes é pra esclarecer, ( porque o povo é meio ignorante, sabe ? ) e às vezes, é por falta de assunto mesmo xD

Here I go again :}


eu não sou chegada em viver enfurnada na Igreja, mas, isso não quer dizer que eu não tenha religião, eu só acho que não precisa de tanto, porque na Igreja às vezes tem muitas velhas chatas, gente que te manda fazer o que você não quer, gente te dando uma opinião que não te interessa e tem aqueles tais de encontros de jovens e afins, como eu já disse, eu não tenho vida social, e odeio tumulto, então se tem uma coisa que eu não gosto nem quando é da não é da Igreja, quando for vai ser meio difícil ? ._.
odeio Carnaval, e micaretas, você não pode nem olhar pro lado que já vem um tarado .-.
odeio telefone, porque ele só toca na hora errada .
não respondo perguntas idiotas .
acredito em direitos iguais, sempre, acho errado até quando alguém que tem autoridade sobre mim me diz pra não fazer alguma coisa e faz ( ou me diz pra fazer alguma coisa, e não faz ._. ), e por isso, as pessoas acham que eu sou vingativa, mas, eu não sou, só uso o que as pessoas fazem pra mim contra elas, porque eu quero que elas entendam como eu me sinto ò.ó ( mas, acho que isso quase nunca adianta ) .
tenho uma regra bem simples quando o assunto é MSN : quando eu coloco OCUPADA, ou AUSENTE no meu status, é porque é verdade, então se você só fala comigo nesses casos, eu não te respondo nem que eu esteja fazendo nada, mas, se você fala comigo sempre, eu largo o que eu estou fazendo pra te responder ( na medida do possível ) .
se você falar mal da minha roupa, do meu esmalte, das minhas pulseirinhas e/ou de qualquer outra coisa que seja importante pra mim, você ganhou uma inimiga em peso ( não importa quem você é ) .
se eu ficar triste, eu choro mesmo, e não estou nem aí pra o que os outros pensam, afinal a tristeza é minha, e eu expresso quando, onde e como eu quiser, e o mesmo vale para os outros sentimentos .

enfim, eu acho que tendo educação, respeito e não abusando da boa vontade, tá tudo bem :]

domingo, 10 de janeiro de 2010

pode rir agora, que o fio da maldade se enrola ♫


normalmente eu acho que Domingo é o dia da chatice, sei lá, vai ver que é porque Deus tirou esse dia pra descansar e não aconteceu nada de bom ._.
e, quando eu saio de casa no Domingo, eu costumo achar tudo o maoir programa de índio ¬¬'
mas, agora é diferente, porque eu tô aprendendo a jogar RPG *-*
tô muito feliz, porque já faz um tempão que eu queria aprender ( por enquanto o povo tá com paciência pra me ensinar >.< HAUHAUHA )
minha personagem matou sete pessoas e derrubou um cara com um soco *--* ( pode ser violento, mas, eu achei muito legal :D )

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

tudo que você dizia que queria ter ♫


sabe quando você se apaixona por um cara que tem namorada, e ele tenta ser educado na hora de te dar o fora ?
é horrível .___.
por dois motivos :
1 _ você se sente mal ;
2 _ o garoto vem sempre com aquele discurso barato : " você é bonita, é inteligente, simpática, educada, não fica assim, você vai arranjar um cara legal, que goste de você, e que não tenha namorada . " ¬¬
eles deviam pensar melhor no que dizer, não é mais fácil dizer pra tal da menina que um dia ela vai achar um cara que lhe queira como ele não quis fazer ? ( sim, eu gosto de Skank *-* HAUHAU ) assim, a garota deve ficar pensando que se ela é realmente tudo isso que o garoto disse, porque será que ele não quis saber dela ?
ele preferiu e feiosa ( de aparência e de coração ), porque ? porque o amor é cego ?
ah, me poupe disso também, o amor não é cego, é uma coisa sem cérebro e que gosta de passar rasteiras, isso sim . ser cego não quer dizer ser incapaz de fazer alguma coisa que preste, mas, a amor impede, sim .
e o pior de tudo, é que depois, eu lembro disso até na hora de ler alguma coisa que eu gosto, de ver algum filme, ou alguma coisa bestinha na televisão . é impressionate, eu sempre me identifico com um personagem que mais cedo ou mais tarde, acaba passando pelas mesmas coisas que eu . às vezes, pra eles, dá certo no fim e já que dizem que isso é verdade, será que tá faltando muito ?

numa calça desbotada e a cabeça virada, pra chamar a atenção de você ♫


é extremamente irritante quando as pessoas te olham torto na rua, por causa da roupa que você usa / FATO .
mas, o pior é quando te lançam olhares de reprovação dentro da sua própria casa .
calça apertada, sutiã de enchimento, blusa de babado e sandália de salto, não faz de ninguém uma mulher melhor e/ou mais feminina .
Joana D'arc se vestiu de soldado, e era mais mulher do que muita gente que eu conheço .
dizem que a tal da Amélia que era mulher de verdade, porque ?
porque ela se conformava com tudo ?
na boa, eu acho isso ridículo .
eu fui obediente a minha vida toda, e nem assim me deixam em paz por causa da minha roupa, eu nunca fui a um show do Detonautas e talvez agora, eu não estivesse rogando praga para as pessoas da cidade vizinha, se e tivesse saído em silêncio, e entrado naquele maldito ônibus --' .
porque eu acho as mocinhas burras ?
porque elas são obedientes, e tudo dá certo pra elas .
eu sei que na vida real, não é assim .

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

and I think to myself, what a wonderful world ♫


hoje eu jurei pra mim mesma que eu não entraria na internet enquanto eu não terminasse de ler O Mágico de Oz .
terminei rapidinho xD
às vezes eu demoro pra ler alguns livros, porque eu fico fazendo mil reflexões, e imaginando as vozes dos personagens, como eles se vestem, como eles são ... essas coisas, às vezes, se eu não conseguir imaginar isso, eu até abandono a leitura :/
e quando livros se tornam filmes, eu quase sempre fico com a primeira opção .
antes de ler O Mágico de Oz, eu pensava que eu me identificaria mais com o Homem de Lata , porque às vezes, eu acho que eu preciso de um coração, sou meio chorona, e às coisas que não dão certo parecem ter sido feitas pra mim em certas horas .
quando eu era mais nova, eu gostava de assistir ao desenho, e adorava o Leão, mas, eu também não me identifiquei muito com ele .
me identifiquei muito com o espantalho . em certos momentos ( principalmente quando eu estou escrevendo aqui ), eu me sinto em busca do meu cérebro, assim como ele, eu acho que as pessoas só vão me tratar com respeito se eu tiver um .
a Dorothy é uma gracinha, mas, esse negócio de perdoar tudo e ser boazinha, às vezes, me tira do sério .
o Totó, apesar de ser só um cachorro, é mais determinado do que muita gente que eu conheço .
eu queria ter lido esse livro antes, mas, eu não tive oportunidade, eu penso que eu seria um pouquinho melhor se eu tivesse lido .
e a Terra de Oz, é um lugar em que eu gostaria de viver . *-*
enfim, eu acho que no fim das contas, eu sou meio que como todos eles, eu sigo em frente, buscando uma coisa que às vezes, eu nem sei direito o que é, e alguém que eu nem sei se realmente existe, não ligo muito pra diferenças, e tento ser o mais esperta possível, porque eu sei que tem gente, tentando me fazer desistir .

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

e amanhã, o que vai ser de você ? ♫


é, parece que eu tava adivinhando .
mais uma coisa ruim aconteceu, o meu celular não vai ter salvação, e eu não quero mais saber de celular na minha vida, mas, a minha mãe insiste que eu tenho que ter um pra quando eu for sair .
hm ... ALÔ ? será que ela se esqueceu que a coitada da Barbara não tem vida social ?!
e, eu não estou conseguindo comprar o meu mangá .
o meu computador ainda está de fogo em seus respectivos orifícios .
a minha mãe quer me levar num psicólogo só porque eu parei para analisar bem, e cheguei à conclusão de que praia e piscina são uma chatice '-'
e, pra piorar, o meu aniversário está chegando .
hoje eu descobri também que Orkut e pessoas folgadas são uma combinação muito chata, ainda mais quando tem a tal da Colheita Feliz na história, porque tem gente que nem olha na sua cara direito e só entra na sua fazenda pra roubar, e o Orkut parece que ainda ajuda, porque não te deixa roubar a fazenda dessas pessoas . vai ter gente que vai ler isso aqui e vai achar que eu sou tão ruim quanto quem me rouba, mas, eu não acho que a pessoa que paga o mal com mal, por menor que ele seja, uma pessoa ruim, pois os mocinhos sempre pagam o mal com bem, e são burros .
o que será que vai me acontecer amanhã ?

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

tem tanta coisa que a gente não diz ; e se pergunta se anda feliz ♫


o ano nem começou direito , mas, as coisas que me fazem pensar que o mundo resolveu conspirar contra mim desde o dia em que eu nasci, já começaram há muito tempo .
um programa que eu adoro assistir ; eu não sei se mudou de horário, ou acabou .
a blusa que eu queria dobrou de preço .
me rogaram uma praga pra mim virar um castiçal ¬¬
o meu computador não quer funcionar .
estão implicando com a coitada da minha mascote .
eu não arrumei a minha cama ainda, porque eu estava no computador, mas, fazendo favores aos outros, e isso ; ninguém vê .
Dezembro deixa a gente tão fora de órbita, que eu não sei se foi o mangá que não veio, ou eu que não comprei T_T'
os bons modos de quase toda a vizinhança vão de mal a pior .
alguns amiguinhos meus esqueceram a educação que eles deveriam ter comigo, não sei onde .
e a minha mãe ainda me perguntou hoje :
- porque você quer tanto uma blusa de São Jorge ?
e eu respondi :
- porque o dragão vive me perseguindo . quem sabe ele não me ajuda a espantar ? '-'