terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

o bom é não iludir ninguém ♫


hoje eu iria fazer uma postagem sobre um texto que eu achei em uma comunidade do orkut, mas, eu resolvi esquecer isso e escrever com as minhas palavras .
há alguns anos, as pessoas gostavam de dividir os adolescentes em tribos, mas, eu acho que hoje seria mais fácil dividi-los ( mas, alguns não adolescentes também ) em dois grupos apenas : OS VERDADEIROS e OS IDIOTAS .
antigamente piercing, tatuagem, cabelo colorido, etc e tal, era sinônimo de " rebeldia ", mas, era uma rebeldia autêntica . hoje em dia qualquer um que quer se passar pelo fake famoso do orkut, pela melhor cantora pop da semana, pelo vizinho que todo mundo critica julgando apenas pelas aparências, ou pelo
" diferentão " da escola faz isso . mas, o pior de tudo é que são sempre os que tiveram as idéias primeiro que ficam com a fama de idiotas ( os outros que mentem, eu levo a fama ♪ ), mas, não deveria ser ao contrário ? afinal, o cara ( ou a mina ) do fake, a cantora, o(a) vizinho(a) e o(a) esquisito(a), podem ser criticados por todo mundo, mas, pelo menos, eles são felizes e fazem isso ou aquilo porque gostam, e não pra aparecer e/ou para imitar alguém .
na boa, eu acho que deveria existir alguma lei que impedisse as pessoas de agir feito idiotas, de serem macacos de imitação sabe ? e os pais que educam os filhos como idiotinhas ( em todos os sentidos ), também deveriam ser presos .
dizem que isso é a forma mais sincera do elogio, então queridos : elogiem a vergonha na cara que os outros tem e vão lá serem vocês mesmos .
se ser igual a todo mundo tivesse graça, todo mundo tinha nascido com a mesma cara, e graças ao meu bom Deus que não é assim .
e eu prefiro que me chamem de sem educação por não responder direito, do que levar desaforo pra casa, ter mini cópias por aí e aturar criancinhas sem educação .

Nenhum comentário:

Postar um comentário