quarta-feira, 31 de agosto de 2011

brasileiro, clandestino , cabeludo, clandestino , tatooado, clandestino , marijuana, ilegal ... ♫

( eu queria arranjar uma imagem legal pra ilustrar o post, mas, muita gente no we♥it banaliza certas tags )
tem gente que adora dizer que o Brasil tem má fama por causa da mídia . e tem mesmo, mas, muitas vezes, os próprios brasileiros acabam com a fama do próprio país e/ou apenas dizem discordar da mídia, mas, não o fazem na realidade .
eu tô cansada dessas novelas que trazem marginais com aparência de rockeiros e/ou hippies, e etc . como se isso fosse pré requisito pra ser marginal . ACORDEM ! nós estamos em pleno século XXI e vocês ainda pensam dessa forma ?
muita gente que eu conheço, e que gosta de novela, adora ficar me dizendo que certas coisas que eu uso e/ou faço são coisas de gente que quer aparecer, coisa de gente sem ter o que fazer, de gente drogada, etc e etc , e que eu que deixo me levar pelo que as outras pessoas dizem, sendo que é o contrário .
o que determina a marginalidade de uma pessoa, é o seu caráter, e não a sua aparência ! de modo que eu também acho ridículo meninas que só ficam com caras cabeludos/tatuados/hippies só pelo fato de eles serem assim, sem nem querer saber dos sentimentos ou do caráter ( e muitas vezes nem do nome ) da pessoa . não sou hipócrita, é claro que eu assumo que acho garotos assim bonitos, mas, isso não quer dizer absolutamente nada, isso não significa que eu vou amar ou odiar um cara só porque ele é assim .
se uma pessoa tem certa aparência ( seja dada por Deus ou não ) e gosta de ser assim, o problema é dela . isso não a torna melhor ou pior do que ninguém . mesmo que a mídia insista que é o contrário . e pelo amor de Deus, não discriminem uma pessoa por causa dos amigos que ela tem, principalmente usando frases do tipo " diga-me com quem andas, e eu te direi quem és . " tem gente que diz que essa frase está na Bíblia, mas, a Bíblia também diz ( e disso eu tenho certeza )  que nós devemos amar ao próximo, e disso, quase ninguém lembra .

Nenhum comentário:

Postar um comentário