sexta-feira, 1 de junho de 2012

... a broken heart can't be that bad ... ♫

 O título do post é o trecho de uma música do Mr. Big, mas define perfeitamente os temas das músicas feitas pelo Soulstripper.


do site oficial da banda: " (...) A banda toca um rock & roll despretensioso e muito, mas muito divertido. Com duas guitarras e uma bateria (pois é, não tem baixo), o som remete a vários estilos de rock de ontem e hoje, com um pezinho no rock clássico. Dá pra perceber claras influências de blues e Jovem Guarda em suas canções. Mas foi de uma música do australiano AC/DC, do lendário guitarrista Angus Young, que foi tirada o nome da banda.

 Além das músicas animadas e dos solinhos e riffs deliciosos, o mais legal na Soulstripper, são as letras das "músicas de amor". São descaradas, divertidas, atrevidas e... Muito caras de pau, na verdade. E por isso que é bacana. (...) "

Descobri no mês passado e como todo mundo tem uma playlist que embala os momentos de coração partido, eu nem pensei duas vezes em colocar o nome da banda na minha lista. Geralmente as músicas nesse tipo de lista aumentam ainda mais a tristeza, mas não as dessa banda, o efeito é totalmente contrário, quem ouve certas músicas deles pode até não concordar com certas coisas, mas é impossível não achar graça.

Ps: se o Charlie Brown fizesse parte de uma banda, com certeza seria desta !

Nenhum comentário:

Postar um comentário